Review Link Perdido: Nova animação em stop motion, tem belo visual e diversão para toda a família. Se liga!

7. novembro 2019 16:01 | Texto por Douglas Lemos

Com distribuição da Disney e produção da Laika, estúdio especializado em animações stop motion que produziu filmes como “Coraline e o Mundo Secreto”, “Kubo e as Cordas Mágicas”, “Paranorman” e vários outros sucessos, “Link Perdido” chega aos cinemas com um visual bonito e diversão que agrada de crianças a adultos.

Para quem não sabe o que é stop motion, em palavras simples é um estilo de filmagem onde você cria os personagens e os cenários com algum tipo de material, por exemplo massinhas, e com o auxílio de câmeras e do computador você dá movimento a esses personagens.

“Link Perdido” conta a história de Sir Lionel Frost (Hugh Jackman), um investigador de mitos e monstros que está em busca de provar a existência de uma criatura lendária. Porém ao encontrá-la ele resolve ajudar o ser chamado de “Sr. Link” (Zach Galifianakis) a encontrar outros da sua espécie e essa grande aventura acaba se transformando em uma grande amizade.

O filme como era de se esperar, levando em conta as produções anteriores da Laika, com filmes que concorreram ao Oscar de melhor animação, é uma obra belíssima visualmente e com uma narrativa bem consistente. 

A animação tem o potencial de agradar todas as idades, trazendo inclusive algumas mensagens sobre machismo, feminismo e vários outros temas que levam a questionamentos inclusive sobre o comportamento humano que acabam passando desapercebido pelas crianças, mas ao mesmo tempo não abre mão de seu teor imagético que esse sim acaba se saindo melhor para os pequeninos.

Talvez isso de conversar com o público adulto seja um pouco perigoso principalmente quando se trata de agradar o público infantil, porque ele acaba se tornando um pouco cansativo em momentos onde as crianças possam não entender bem do que está sendo tratado no filme, mas não é algo que comprometa o potencial do filme.

“Link Perdido” tem bom resultado principalmente pela boa equipe que está por trás dele como o diretor Chris Butler que também dirigiu “Paranorman” e um elenco de vozes mais do que conhecido como Hugh JackmanZach Galifianakis e Zoe Saldana. Sem dúvida uma animação que pode cogitar uma vaguinha na disputa pelo Oscar de 2020.

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções