Crítica: “Annabelle 3: De Volta Para Casa” surpreende, assusta e abusa de referências! Vem descobrir.

28. junho 2019 16:18 | Texto por Gustavo Crispa

O universo compartilhado de “Invocação do Mal” não vinha agradando tanto o público e os críticos, mesmo filmes como “A Freira” e “A Maldição da Chorona” que conseguem arrecadar bem ao redor do mundo, sofreram devido a roteiros fracos e sem ligações mais profundas e delicadas, características que fizeram esse universo nascer! Mas pode ficar tranquilo parceiro(a), para resgatar essas caraterísticas e reacender o carinho do público a esse aterrorizante universo compartilhado a Warner acertadamente convocou a boneca mais amada do terror, Annabelle está de volta em “Annabelle 3: De Volta Para Casa” e você fã de terror e da família Invocação do Mal precisa assistir o quanto antes! Sentiu saudades? Mata ela assistindo o trailer a seguir e acompanhando o resto dessa critica abaixo.

Vou ser direto, depois de algumas decepções dignas de “chorar” referente a esse universo eu já estava sem esperanças de achar um filme de qualidade além da franquia original, e obrigado Warrens, quebrei a cara! “Annabelle 3: De Volta Para Casa” acerta em diversos fatores, o primeiro é trazer um filme com um clima mais nostálgico graças a presença de Lorraine e Ed Warren, novamente interpretados por Vera Farmiga e Patrick Wilson, e seu famoso museu de relíquias amaldiçoadas, realmente dando a impressão que a boneca estava de volta à casa onde à conhecemos, mas dessa vez não são Ed e Lorraine os protagonistas que roubam a cena, e sim a pequena Judy, a filha dos Warrens, interpretada pela talentosa atriz mirim Mckenna Grace (Fuller House, Young Sheldon), para mim esse é o maior acerto do longa! A menina já conhecida da comedia surpreende ao encarnar uma personagem profunda que vive marcada por carregar o peso de seu sobrenome, Mckenna consegue transmitir perfeitamente a complexa personalidade de Judy, que mesmo sendo ainda uma criança querendo se divertir consegue lidar à com um protagonismo natural quando acidentalmente a amiga de sua babá liberta a boneca Annabelle de seu cárcere, causando uma revolução de assombrações em plena casa dos Warrens, Judy agrada como uma protagonista com uma madura experiencia com o sobrenatural, mas uma delicadeza e inexperiência social mostrando como o trabalho de seus pais afetam sua vida pessoal, a menina e todo seu carisma consegue substituir facilmente os pais e deve ser novamente revista em futuros filmes sem precisar depender dos rostos antigos.

 

O capitulo final da trilogia Annabelle entrega ambientes de terror psicológico que abusa do provocativo clichê de esperar o susto deixando cenas simples com um ar mais angustiante e intrigante, você vai se ver constantemente em meio a um suspense emendada com uma sequencia de sustos levemente finalizados com o famoso apelo cômico. Se você é fã de referencia vai se deliciar com as inúmeras presente no filme, para os fã da literatura e da historia dos Warrens o museu é um rodizio de detalhes que te levam a recordar historias, sejam elas já conhecidas do público por filmes antigos e outras referenciadas de fatos reais, casos que devem ser explorados nos próximos anos e assombrações vindas de casos pequenos que dificilmente carregariam um filme solo, mas são bem aproveitados complementando cenas de terror e histórias dos personagens presentes. Podemos claramente encontrar casos que devem render spin off no futuro, e fica aqui a torcida para pelo menos a qualidade de susto e ambiente se manterem com roteiros bem construídos e amarrados como o de Annabella 3. Preciso dizer algo importante! As referências a filmes clássicos de terror são um atrativo a parte, você fã de terror vai se surpreender com alguns crossoveres improváveis.

O ótimo “Annabelle 3: De Volta Para Casa” é até agora o melhor filme de terror lançado nesse ano, com um roteiro bem amarrado que não esquece o terror, abusa de referencias e principalmente... surpreende! O terror que a boneca transmite está cada vez maior e a pequena Judy vai te explicar por que ela não pode ser subestimada! O filme reacende o fogo da qualidade no universo de invocação do mal e cria um novo caminho para a mesma, podemos esperar historias mais ousadas, profundas e torcer para ver a pequena Judy crescer, mesmo fugindo da realidade que é baseada as historias acredito que podemos está presenciando o início de algo que pode sustentar esse mundo por mais alguns anos.

Annabelle 3: De Volta Para Casa - Muito Bom!

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções