Crítica – “Aquaman” afogando os olhares de desconfiança! O rei dos setes mares chega como um tanque de oxigênio para o universo DC no cinema. Chega junto conferir tudo!

12. dezembro 2018 23:58 | Texto por Gustavo Crispa

Primeiro vocês precisam saber de algo... eu estaria mentindo se dissesse que estava confiante e ansioso com o filme do “Aquaman”, da nossa maravilhosa parceira Warner Bros, por mais que tenha gostado do que vi da encarnação que Jason Momoa deu a Arthur Curry, no polemico “Liga da Justiça”, eu como bom DCnautico estive durante esse tempo que antecedeu o lançamento do filme com grande desconfiança e curiosidade, e graças a Poseidon eu posso dizer com gosto que fui extremamente surpreendido de maneira positiva, tendo minhas desconfianças afogadas por tudo que vi na sessão especial de lançamento do filme em plena CCXP 2018! Antes de me aprofundar mais, assiste ai o trailer do filme.

Aquaman é focado na jornada do já conhecido héroi Arthur Curry (Jason Momoa), fruto de uma relação entre um humano e uma atlanta, a rainha Atlanna (Nicole Kidman), ele possui capacidades metahumanas herdadas de sua mãe mesmo criado como um humano normal. Quando seu meio irmão Orm (Patrick Wilson) começa um ambicioso plano de conquista que promete culminar em uma guerra contra a superfície Arthur é convocado pela princesa Mera (Amber Heard) para enfrentar seu irmão e assumir o trono de Atlântida com o suporte de um antigo amigo, Vulko (Willem Dafoe)! Aquaman precisa agora achar um jeito de salvar seus dois mundos e por consequência assumir o posto de rei de Atlântida, monarquia vive!

 

O filme possui efeitos especiais e um visual digno de Oscar, toda a beleza do mar e seus habitantes chamam atenção abusando de efeitos de luz e profundidade, deixando assim o filme com um estilo único que com certeza encantara os olhos mais críticos. O trabalho do diretor mestre do terror James Wan é surpreendente, ele usa com extrema sabedoria sua experiencia no terror para criar cenas incríveis, recheadas de criatividade e beleza com brincadeiras de filmagem que misturam planos abertos e sequenciais criando as mais incríveis perseguições e batalhas nos mais diversos cenários, James Wan em seu primeiro grande desafio longe do gênero que o consagrou consegue entregar mais do que imaginávamos ver nesse filme.

Os personagens possuem um equilíbrio em cena e uma simpatia incrível, Aquaman e Mera funcionam tanto juntos quanto separados e a rainha deve se tornar mais uma grande figura do atual momento girl power de super heroínas no cinema, Mera possui cenas incríveis que nos entregam um combo de sua beleza tanto no visual quanto na maneira que seus poderes são explorados, por favor Warner queremos mais Mera! Já nosso poderoso herói funciona do inicial ao fim, toda a brutalidade de seu personagem em meio a ação e seu carisma que entrega diálogos divertidos que brincam com as diferenças entre os dois mundos fazem do herói um protagonista completo, que balança o cabelo como ninguém! Além disso o filme brinca com antigas reencarnações do personagem mostrando uma visão moderna do tradicional “falar com peixes” e “montar num cavalo marinho”. 

Todos os atores fazem um estupendo trabalho, destacando o incrível Jason Momoa que parece ter nascido para salvar o personagem! Além disso o filme deixa uma grande brecha para o futuro não apenas do Aquaman, mas de todo o universo DC! Uma Legião Maligna pode ser uma realidade próxima. Aquaman é tudo que os fãs queriam, mas não sabiam! O filme entrega uma incrível leitura de um personagem constantemente zoado, de maneira certeira e divertida o filme tem tudo que um filme solo de herói precisa e de combo faz o universo DC respirar com mais tranquilidade e positividade, Aquaman é sem duvida um presente de natal adiantado para os amantes dos heróis da DC.

Aquaman estreia hoje, 13 de dezembro nos melhores cinemas do Brasil! Corre, ou melhor... nade rápido para conferir esse filmaço.

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções