Review: O Mistério do Relógio na Parede é um filme estranho, bizarro e divertido!

20. setembro 2018 12:05 | Texto por Mike Judas

O Mistério do Relógio na Parede tem todos os elementos para um desastre: Eli Roth que é conhecido por dirigir filmes violentos (como O Albergue); o criador de Supernatural, Eric Kripke, no roteiro; e Jack Black e Cate Blanchett que são atores consagrados, entretanto, totalmente diferentes, dividindo a tela. Tudo isso junto para criar um universo mágico baseado nos livros de John Bellairs no cinema. O resultado foi um filme estranho, bizarro em alguns momentos, mas cativante e pode agradar a toda a família.

A história gira em torno do pequeno Lewis que perde seus pais num acidente de carro e precisa se mudar para Michigan com seu tio Johnathan, que ele nem ao menos conhece, mas não demora para ele conseguir a afeição do garoto com seu jeito excêntrico e divertido. Na escola nova, Lewis, além de ter que lidar com bullying, descobre que o casarão de seu tio tem fama de assombrado, e seu tio não esconde por muito tempo o fato dele e sua amiga, a Sra. Zimmermann, serem feiticeiros, que o faz querer adentrar esse mundo de vez. Mas ele descobre que um relógio com poder de destruir a humanidade está escondido nas paredes da casa e talvez ele seja o único que pode impedir que forças do mal se apossem dele. A partir daí os dois feiticeiros passam a ensiná-lo magia para que ele possa sobreviver nesse mundo.

A proposta é bastante interessante, apesar de já termos visto premissas parecidas antes com Desventuras em Série, Harry Potter e outros filmes com temática infântil, Roth consegue construir as bases de um universo instigante, estranho e visualmente chamativo, lembrando um pouco os filmes do Tim Burton, por ser infantil mas com elementos de terror. Eu gosto de filmes que não tratam as crianças como inferiores, e é o que temos com essa história, pois Lewis é um personagem bastante corajoso e bem interpretado por Vaccaro.

Outro elemento que contribui para o sucesso do filme é a dinâmica entre Black e Blanchett, que formam uma dupla sincronizada com diálogos divertidos e inteligentes dando sustância para toda trama. E eu acho incrível como essa mulher se adapta aos seus papéis e com quem contracena e sempre fazendo um bom trabalho. Não gosto muito do Jack Black, mas nesse aqui ele tenta ser mais contido e acho que ele encontra equilíbrio para fazer o personagem funcionar em alguns momentos mais sérios, e mesmo quando ele é pra ele ser engraçado, ele não exagera nos trejeitos como de costume. Com certeza gostaria de vê-los como tio Johnathan e Sra. Zimmermann novamente, e novas aventuras de Lewis nesse mundo mágico que ele descobriu.

O Mistério do Relógio na Parede é uma agradável surpresa e tem tudo pra conquistar as crianças e os adultos, e apesar de ser baseado numa trilogia de livros, não deixa nenhum gancho para uma continuação, mas funciona como filme único. E estreia dia 20 de Setembro nos cinemas brasileiros.

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções