Crítica – Meu Malvado Favorito 3 consegue derrotar a maldição do terceiro filme com humor e muitas referências pop e geek

28. junho 2017 16:38 | Texto por Gustavo Crispa

Eles voltaram! Gru, Lucy e suas adoradas filhas Agnes, Margo e Edith estão de volta no terceiro filme da divertida franquia Meu Malvado Favorito, a família de Gru sempre na companhia de seus fiéis companheiros amarelados Minions retornam em um filme divertido receado de referências pop e geek como Star Wars, Prince, Michael Jackson e muito mais!

Essa nova história começa com Gru e Lucy numa frenética cena de ação e humor onde o casal precisa capturar o brega vilão Balthazar Bratt que está prestes a roubar o maior diamante do mundo, a missão do casal não termina como eles esperavam e Gru e Lucy experimentam um pouco da realidade brasileira, eles são demitidos da Liga Anti-Vilões, Gru agora desempregado acaba descobrindo que tem um irmão gêmeo, Dru, quando recebe um convite para conhece-lo. No meio de tudo isso somos surpreendidos com uma fofa rebelião, os Minions estão com saudade da vida de super vilão e acabam abandonando Gru e iniciando uma jornada própria que resulta em alguns dos momentos mais divertidos do filme sem roubar as atenções da família Gru.

A dinâmica entre Gru e Dru é um dos pontos altos do filme, opostos em muitas coisas e parecidos em outras é divertido ver como esses irmãos se entendem e se aturam, quem tem irmão deve se identificar em alguns momentos de discursões e humor. Por outro lado, o filme peca em pouco aproveitar a jornada de Lucy, uma super espiã que agora luta para se tornar uma boa mãe para as meninas, ficamos com aquele gosto de que poderia ser melhor explorado esse relacionamento, diálogos e conselhos de mãe para filha poderiam resolver e mostrar como uma mãe consegue lidar com filhas tão diferentes com sucesso.

Para os fanáticos em referências o filme é um platô cheio, temos referências a música pop, artistas famosos, grandes franquias, filmes e até a reality show, a maioria vai ser jogada na sua cara deixando claro o objetivo de ser identificado.

 

Outro ponto de destaque é a dublagem, todo o elenco mandou bem inclusive Evandro Mesquita voz de Balthazar Bratt, confesso que fiquei com medo quando soube que ele seria a voz de Balthazar mas minhas desconfianças sumiram no primeiro minuto de filme, Evandro encaixou perfeitamente no personagem de maneira surpreendente, dificilmente alguém adivinharia ser ele a voz por traz do vilão se a Universal Pictures não tivesse divulgado. Maria Clara Gueiros volta a emprestar sua voz a Lucy perfeitamente e é claro que preciso citar a notável evolução de Leandro Hassum, o humorista já voz de Gru desde o primeiro filme e agora teve o desafio de dublar também Dru, e ele tirou de letra, deixando o resultado final ainda mais divertido e interessante.

Meu Malvado Favorito 3 consegue divertir, arrancar boas risadas e deixar o futuro em aberto para um quarto filme, realmente um filme para toda a família.

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções