Entrevista com Mario Ghanna, ganhador do prêmio internacional The Akademia 2016. Confira!

7. julho 2016 12:16 | Texto por Luana S. de Souza

 

 

Sabe aquele CD que você escuta a primeira vez e já se apaixona? Estou assim com o novo álbum “Lírios” do cantor Mario Ghanna, que não é a toa que recebeu recentemente o prêmio norte-americano The Akademia 2016, voltado para a música independente, na categoria ‘Álbum Latino’.

Eu  tive a oportunidade de conversar com ele. Mario é super simpático e revelou tudo sobre sua carreira. Veja só:

HCNOAR: Mario Ghanna, você recebeu recentemente o prêmio norte-americano The Akademia 2016. Como foi para você ter este reconhecimento? Mudou algo em sua carreira?

MARIO GHANNA: Foi muito legal e, ao mesmo tempo, é uma motivação para continuar produzindo e me desafiando sempre. Prêmios são importantes porque no meio dessa infinidade de informações a que o público está submetido, há um destaque para minha música. Gera uma curiosidade. E estou na fase de aproximar meu som do público e o prêmio ajuda nisso. Mas, ao fim, o que manda mesmo é a aceitação popular e a "verdade" da música. O som e a arte honesta são mais importantes que o hype. 

HCNOAR: Mario, você se formou em direito em 2002 e trabalhou na área jurídica. Quando foi que você decidiu seguir a carreira musical? Por quê?

MARIO: Acho que desde criança. É que a vida me fez dar uma volta gigantesca até retornar à música. Mas minha vontade, desde sempre, foi viver do meu som. Cada um tem sua história de vida, vitórias, fracassos, dificuldades, etc. A minha me fez percorrer todo esse caminho até conseguir me encontrar e voltar para a música. Já fiz muita coisa na vida, fui vendedor, Office boy, professor, palestrante, desempregado, advogado, etc. Isso tem um lado bom e um lado ruim - como quase tudo na vida.O lado bom é que me tira a pressão pelo sucesso. Posso abordar os temas que quiser e criar o som da maneira que entendo que ele deve ser, sem me preocupar com a necessidade de agradar; e talvez por isso, esteja agradando mesmo. (Risos)

HCNOAR: Seu álbum possui regravações de alguns cantores, como Lulu Santos e Djavan. Quem é sua maior inspiração no mundo da música?

MARIO: Tenho várias inspirações nacionais e de fora: Djavan, Chico, Caetano, Cazuza, Tim, Fundo de Quintal, Lenine, etc. E de fora gosto muito de Ben Harper, John Mayer, Gary Clark Jr, Norah Jones, da nova geração, e a galera do blues da antiga, Buddy Guy, BB King, Muddy Waters, John Lee Hooker, etc. Sem esquecer Hendrix e demais ícones. É muita gente boa. São várias as influências, na real, mas procuro sempre fazer um som que seja meu, sem estar preso a padrões ou estéticas já pré-concebidas. 

HCNOAR: Na composição de suas músicas, você se inspira em diversas fontes, como rock, música clássica, jazz e samba. Tem algum desses segmentos que mais caracteriza seu estilo musical?

MARIO: Acho que depende da música. Tem música que puxa mais para o som nacional, outras mais para o blues, outras para o pop. No disco novo (que estou trabalhando em estúdio) tenho um samba, um rap e blues, por exemplo. Mas, no fim, acho que você escuta e já observa de cara que o som é meu. Acho que rola uma identidade bem clara, que acabou sendo criada a partir dessas várias influências. Meu estilo é Mario Ghanna mesmo. Haha

HCNOAR: Mario, o que os fãs podem esperar do seu álbum Lírios?

MARIO: Um álbum para curtir. Para ouvir no carro, em festas, sozinho ou acompanhado. Dependendo da música, para pensar e refletir. As letras costumam ter nuances diversos mesmo. Um álbum com canções verdadeiras, compostas com o coração. Sem preocupações estéticas já criadas e com muita liberdade na condução dos temas tratados nas letras. Temos músicas sobre corrupção no brasil, sobre o começo do amor, sobre o fim do amor, sobre o não-amor, sobre dificuldades no trabalho, sobre a mesmice da vida e 'chutar o balde', sobre aquela menina que só te procura 'high'; enfim, situações que o ouvinte possa viver, esteja vivendo ou ter vivido. Autobiográfico? Talvez. haha

  [youtube:https://www.youtube.com/watch?v=9H6wMt4WU0Y]

 

 

Comentários:
Aguardem novas promoções

novidades em breve

[Veja mais]

NOME
E-MAIL
BANDA
MÚSICA
 
  • 01.   CPM 22 - Perdas

    02.   Nx Zero - Modo Avião

    03.   Scalene - Surreal

    04.   Fly - Cabelo de Algodão

    05.   Tiago Iorc - Dia Especial

    06.   Luan Santana - Escreve aí

    07.   Banda do Mar - Mais Ninguém

    08.   Efelix - Segundo Plano

    09.   Against the Current - Talk

    10.   Supercombo - Piloto Automático

    11.   Scambo - Roda Gigante

    12.   Foo Fighters - Something From Nothing

    13.   Scracho - Divina Comédia

    14.   Versalle - Verde Mansidão

    15.   Mc Biel - Pimenta

    16.   Instinto - Agradeço ao Rock N' Roll

    17.   Paramore - Last Hope

    18.   Violetta - Euforia

    19.   Theodor - Adeus

    20.   Urbana Legion - Tempo Perdido

107HC, HCNOAR, direitos de imagem, audiovisual, idealização são todos reservados para Rede HCNOAR Produções